Notícia Destaque

Força Aérea da Suécia conhece o DECEA e as atividades do CGNA

Os militares suecos vieram ao Brasil conhecer a atuação dos controles de tráfego aéreo e de operações aéreas da Força Aérea Brasileira (FAB)


publicado: 21/11/2018 15:17

 




A delegação da Força Aérea da Suécia - composta por Major Tommy Verner Packalen, Capitão Max Edvin Björberg e Tenente Oscar Carl Henrik Nygren Lindström - visitou o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), localizado no Rio de Janeiro, no dia 20 de novembro.

“A visita está inserida no âmbito da Fundação Herman Friedländer, que concede bolsas de estudo aos militares, a fim de contribuir com o desenvolvimento dos agraciados e de melhorar o quadro de pessoal das Forças Armadas Sueca”, justificou o adido de defesa da Embaixada da Suécia no Brasil, Coronel Aviador Robert Persson.

Recepcionada pelo diretor-geral do DECEA, a comitiva recebeu as boas-vindas do Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, que ressaltou a motivação desse intercâmbio.

Seguindo o cronograma de visitas, a delegação foi ao Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), acompanhada pelo chefe da seção de Planejamento de Gerenciamento de Tráfego Aéreo do Subdepartamento de Operações, Major Aviador Hugo Dominato Rossi.

No CGNA, unidade subordinada ao DECEA que é a responsável por gerenciar o fluxo dos movimentos aéreos do Brasil, os militares suecos foram recebidos pelo Coronel Aviador Sidnei Nascimento de Souza, comandante da Organização.

O chefe da seção de Capacitação do CGNA, Tenente Joaquim Tavares Lôbo Junior, Especialista em Controle de Tráfego Aéreo, destacou o trabalho realizado pelo DECEA e exibiu para a comitiva o vídeo institucional da organização com apresentação da complexa estrutura de controle de tráfego aéreo correspondente à área de 22 milhões de km² de espaço aéreo sob sua responsabilidade.

Em seguida, o oficial apresentou as principais atividades do CGNA, ressaltando os serviços de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo (ATFM), as demandas operacionais que envolvem a Tomada de Decisão Colaborativa (CDM), além da estrutura organizacional que abrange as divisões operacional, técnica e administrativa.

Outro assunto em destaque foi a atuação do CGNA durante os grandes eventos realizados no Brasil desde 2012 até 2016: Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20); Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Copa das Confederações 2013, Copa do Mundo da FIFA 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos 2016.

Em visita ao salão operacional, a delegação conheceu as ações de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo no Brasil e de garantia da segurança operacional, bem como são realizadas as coordenações do tráfego aéreo com outros países.

“Fiquei muito satisfeito com as informações que nos foram transmitidas, importantes para compreendermos o funcionamento do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB) e que contribuirão para ampliar o conhecimento sobre outras visitas que faremos a outras organizações no Brasil”, declarou o Major Tommy Verner Packalen.

 

Assessoria de Comunicação Social do DECEA
Reportagem Denise Fontes
Fotos de Fábio Maciel