Notícia Destaque

CISCEA realiza 2º workshop BIM do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro

Evento reuniu cerca de 100 participantes, entre engenheiros, arquitetos e técnicos das três Forças Armadas e instituições civis


publicado: 16/05/2019 10:26

 




A Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) realizou nos dias 14 e 15 de maio, o 2º Workshop BIM (do inglês, Building Information Modelling - Modelagem da Informação da Construção) do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB).



O encontro contou com diversos profissionais ligados diretamente a implementação do BIM no cenário brasileiro da construção civil, com foco no diálogo sobre obras, licitações e operações. “Teve o objetivo de dar continuidade às ações de disseminação do conhecimento e adoção do BIM em projetos de arquitetura e engenharia, no setor de obras públicas, iniciativa privada e meio acadêmico, além de apresentar o estágio de evolução referente a implantação do BIM na CISCEA”, esclareceu o adjunto da Divisão de Infraestrutura da CISCEA e coordenador do workshop, Tenente Engenheiro Rogério Abreu.

O evento, realizado no auditório do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER), no Rio de Janeiro (RJ), reuniu engenheiros, arquitetos e técnicos de diversas organizações militares da Força Aérea Brasileira, além de profissionais do Exército Brasileiro, da Marinha do Brasil e de instituições civis.

Na abertura, o Chefe da Divisão de Infraestrutura da CISCEA, Tenente-Coronel Especialista em Aviônica André Luis Ferreira Regly, representando o presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro Engenheiro Fernando César Pereira Santos, deu as boas-vindas aos participantes e destacou a importância do evento. “Vocês poderão constatar a evolução do BIM no SISCEAB. Estamos em sintonia com a Diretriz do Departamento de Controle do Espaço Aéreo que estabelece a disseminação da tecnologia”, enfatizou.

Durante a programação, foram apresentadas as metas e as estratégias adotadas pela CISCEA para implantação da tecnologia. Outro destaque foi a parceria com os profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Paraná para promover a capacitação do Grupo de Trabalho (GT) BIM da CISCEA. “O objetivo da parceria foi obter o grau necessário de maturidade no processo e validar o processo BIM para sua implantação na Comissão e nos Elos Regionais do SISCEAB”, apontou Carlos Dias, coordenador do BIM na CISCEA.

Segundo a Tenente Engenheira Rosiane Bonatti Ribeiro, do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II), os primeiros projetos de reforma em 3D estão sendo feitos, utilizando o software Revit, como forma de iniciar a imersão ao BIM. “Como todo início, encontramos dificuldades, mas sempre pudemos contar com o apoio da CISCEA e estar dentro do processo de “Implantação do BIM”, pelo contrato CISCEA-SENAI, mesmo que como clientes, nos oportuniza acompanhar de perto todas as atividades e também aprender”, destacou a Tenente Rosiane.

O uso da plataforma BIM favorece o planejamento e gestão de projetos e obras, garantindo maior assertividade e transparência das soluções técnicas e custos empregados. Colaboração e trabalho em equipe são fundamentais nesta tecnologia.

Outro tema apresentado foi a tecnologia chamada Digital Twin ou Gêmeo Digital. Como o próprio nome diz, é a virtualização de um produto real dentro do mundo digital, uma cópia de todas as características de um produto físico para um modelo representado via software. Esse termo representa um salto significativo na forma como empresas poderão desenvolver, avaliar e aprimorar os seus produtos.

Também foram divulgados o conteúdo, o cronograma e os impactos da implantação da Estratégia Nacional de Disseminação do BIM pelo Governo Federal. De acordo com o Decreto Nº 9.377, de 17 de maio de 2018, foi instituído a Estratégia Nacional de Disseminação do BIM. O Comitê Gestor da Estratégia BIM BR estabelece uso obrigatório do BIM a partir de 2021.

A programação também contou com espaço para debate sobre os diversos assuntos em pauta, entre eles, o uso do BIM nos processos de gerenciamento de obras, o programa de disseminação da tecnologia no Comando da Aeronáutica (COMAER), os benefícios do uso de laser scan para cadastramento e levantamento aeronáutico, além de casos práticos e exemplos de geração de bibliotecas BIM.

Consolidando parcerias, ampliando conhecimentos

Para os participantes, esta foi uma oportunidade de agregar conhecimentos e de troca de experiências. É o caso da Tenente Rosiane da Seção de Engenharia do CINDACTA II. "Os conteúdos abordaram todas as etapas de uma obra com muitas informações e energia para desenvolvermos nossos projetos. Os níveis de detalhamento necessários para cada etapa do projeto, bastante comentados no evento, apontaram-nos um caminho seguro e já trilhado”, afirmou.

O Capitão de Corveta Marco Antonio Lacerda, Encarregado da 3ª Divisão de Projetos da Diretoria de Obras Civis da Marinha do Brasil, compartilhou da mesma opinião. “Achei todos os temas abordados muito interessantes. Em virtude de termos começado nesse ano o processo de implementação do BIM, considero que as experiências compartilhadas no workshop contribuirão para nortear as nossas decisões em relação ao processo de projeto para edificações e infraestrutura portuária”, ressaltou.

Para o Major Engenheiro Giuseppe Miceli Junior, do Instituto Militar de Engenharia (IME), foi uma grande oportunidade de aprendizado. “O Exército Brasileiro tem tido um papel proeminente na utilização do BIM em seus processos de gestão de projetos, principalmente com o desenvolvimento da plataforma OPUS (Sistema Unificado do Processo de Obras do Exército), referência na operação e gestão de grandes patrimônios, além do desenvolvimento de seus projetos por meio de modelos da informação da construção. A iniciativa da CISCEA na promoção de palestras de grande qualidade e bom conteúdo técnico é importante, contribuindo para a disseminação do conhecimento sobre o BIM", afirmou o Major Giuseppe, doutorando em Engenharia de Defesa.

No discurso de encerramento, o Major-Brigadeiro Fernando, parabenizou a todos pelo trabalho e destacou o pioneirismo da CISCEA em implantar e disseminar a cultura da tecnologia BIM para os Elos do SISCEAB. “Agradeço pelas parcerias e temos que continuar avançando. É um investimento que trará grandes benefícios para a Força Aérea Brasileira”, afirmou o oficial-general.

Assessoria de Comunicação Social do DECEA

Reportagem: Denise Fontes

Fotos: Fábio Maciel

Assunto(s): CISCEA BIM