Notícias

DECEA implementa operação especial para alta demanda de tráfego no final de ano

A expectativa é a de que, em duas semanas, 47.962 pousos e decolagens sejam realizados nos 12 aeroportos de maior movimentação nas festas de final de ano.


publicado: 19/12/2018 14:32

 




 

O DECEA, por meio do Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), estabeleceu um planejamento de ações destinado ao período de pico de movimentação aérea de final de ano. As medidas entram em vigor já a partir da próxima sexta-feira, dia 21, e vão até o dia 2 de janeiro de 2019.

 

 

A expectativa é a de que, nestas duas semanas, 47.962 pousos e decolagens sejam realizados nos 12 aeroportos de maior movimentação nessa época: Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Galeão e Santos Dumont (RJ), Brasília (DF), Salvador (BA), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), São Gonçalo do Amarante (RN).

 

 

Para o chefe da Seção de Doutrina do CGNA, Tenente Coronel Franklin, "esse planejamento é fundamental, pois fornece um prognóstico da demanda para períodos específicos, por meio da análise das demandas de anos anteriores e levantamento do número de solicitações de voos”.

De acordo com o oficial, a estratégia também leva em conta o prognóstico de demanda de voo para o período através da aplicação de índices estimados para a temporada. A estimativa viabiliza a elaboração de um quadro indicativo de orientações quanto ao aprovisionamento de consoles de tráfego aéreo para os órgãos de controle.

O cálculo do número de consoles tráfego aéreo demandadas, por período, nos centros operacionais, por sua vez, é realizado com base na projeção do movimento da circulação aérea geral. Mas ajustes táticos podem ser feitos, conforme decisão operacional dos órgãos já que com as condições meteorológica características dessa época do ano, pode haver aumento na demanda de intervenções, as chamadas Medidas de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo.

Na comparação com o ano anterior, foi observado um decréscimo de 12% na quantidade de movimentos nos prognósticos do CGNA para a vidrada de 2018 para 2019, conforme ilustração abaixo.

 

 

O levantamento de dados do gênero, viabiliza ações eficazes de gerenciamento de fluxos de tráfego no intuito manter o equilíbrio entre a demanda de voo e as capacidades das infraestruturas aeronáuticas.  Ao longo do ano são elaborados planejamentos complementares ao calendário ordinário, referentes a feriados prolongados (Natal, Ano Novo, Carnaval, etc.) ou qualquer outra situação que demande uma análise específica.

Esse planejamento, elaborado pelo CGNA, envolve todos os profissionais do Gerenciamento do Fluxo de Tráfego Aéreo, servindo de referência também para os órgãos de controle de tráfego aéreo regionais (os quatro Centros de Defesa Aérea e Controle de tráfego Aéreo - CIDACTA e o Serviço regional de Proteção ao Voo de São Paulo - SRPV-SP), a fim de garantir a excelência dos serviços prestados no âmbito do SISCEAB.

 

Assessoria de Comunicação Social do DECEA

Daniel Marinho - Jornalista


Assunto(s): CGNA final de ano