DECEA-Departamento de Controle do Espaço Aéreo

CISCEA e CPqD inauguram laboratório de Telecomunicações para o Controle do Espaço Aéreo


Inovação tecnológica na área de Telecomunicações voltada para pesquisas, testes e qualificações de equipamentos é a razão da parceria entre a Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), com pleno apoio do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).
E após uma série de estudos e trabalhos, esta troca de conhecimento e know-how deu seu primeiro fruto. Na manhã dia 21 de outubro, foi inaugurado o Laboratório de Qualificação de Sistemas para o Controle do Espaço Aéreo – o LQCEA.
Com sede em Campinas (SP), o Laboratório fica dentro das dependências do CPqD, que é reconhecido como um dos maiores centros de pesquisa e desenvolvimento em Telecomunicações e Tecnologia da Informação (TI) da América Latina.
No LQCEA estão presentes, em ambiente simulado, as posições do piloto, dos controladores de tráfego aéreo do Centro de Controle de Área de Recife (ACC-RE), do Centro de Controle de Aproximação de Salvador (APP-SV) e da Torre de Controle de um aeroporto, bem como uma console da Sala Técnica, que controla os servidores destas estações de Controle de Tráfego Aéreo e que, por sua vez, estão dispostas na sala conjunta à dos simuladores.
Os presentes ao evento de inauguração puderam acompanhar algumas situações de comunicação entre os controladores e o piloto durante a simulação de um voo na área de Salvador via radio, telefonia e radar.
Tais experimentos visam que novos equipamentos, tecnologias e sistemas de telecomunicações sejam testados e validados antes de serem inseridos no Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAVB).
Segundo o Presidente do CPqD, Hélio Graciosa, o LQCEA é uma iniciativa inédita no Brasil, sendo uma referência nacional e internacional para simulações na área de Telecomunicações. “A implantação dessa infraestrutura avançada é um passo importante dentro do projeto de evolução do Sistema de Comunicações do Controle do Espaço Aéreo do País”, comenta o Presidente.
Ao tomar a palavra, o Presidente da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), Major-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, a grande motivação é propiciar ao País o acesso ao conhecimento e ao domínio das tecnologias de telecomunicações. Segundo o Brigadeiro Aquino, “o benefício não será apenas do Projeto da Rede ATN, mas também de outros projetos de missão crítica de interesse do Ministério da Defesa”.
Segurança, fidelidade das informações e confiança na tecnologia de comunicação são de tal relevância que organizações de padronização internacional em consonância com a EUROCAE (European Organization for Civil Aviation Equipment – Organização Europeia para o Equipamento da Aviação Civil, em livre tradução) decidiram acompanhar a evolução das Redes IP (Internet Protocol) e estão migrando os serviços de telecomunicações de redes determinísticas (baseadas em circuitos dedicados) para o universo IP.
O LQCEA não somente acompanhará esta migração no que diz respeito à nossa realidade nacional, como validará cada etapa desta transição. Ressalta-se que além das Redes IP, o laboratório opera as telecomunicações em redes determinísticas e por satélite.
Estiveram presentes ao evento o Presidente do CPqD, Hélio Graciosa; o Diretor do CPqD, Paulo Cabestré; o Secretário de Desenvolvimento Econômico Social e Turismo, Samuel Rossilho – representando o Prefeito de Campinas, Jonas Donizette; o Presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino; o General de Brigada Bráulio de Paula Machado, representando o Exército; e o Capitão de Mar e Guerra Ricardo Santana Soares, representando a Marinha do Brasil.
Em coletiva de imprensa realizada antes da visita ao LQCEA, os representantes da Marinha e do Exército ressaltaram que estes estudos e simulações em muito beneficiam as atividades desenvolvidas por estas instituições

Inovação tecnológica na área de Telecomunicações voltada para pesquisas, testes e qualificações de equipamentos é a razão da parceria entre a Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), com pleno apoio do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

E após uma série de estudos e trabalhos, esta troca de conhecimento e know-how deu seu primeiro fruto. Na manhã dia 21 de outubro, foi inaugurado o Laboratório de Qualificação de Sistemas para o Controle do Espaço Aéreo – o LQCEA.

Com sede em Campinas (SP), o Laboratório fica dentro das dependências do CPqD, que é reconhecido como um dos maiores centros de pesquisa e desenvolvimento em Telecomunicações e Tecnologia da Informação (TI) da América Latina.

No LQCEA estão presentes, em ambiente simulado, as posições do piloto, dos controladores de tráfego aéreo do Centro de Controle de Área de Recife (ACC-RE), do Centro de Controle de Aproximação de Salvador (APP-SV) e da Torre de Controle de um aeroporto, bem como uma console da Sala Técnica, que controla os servidores destas estações de Controle de Tráfego Aéreo e que, por sua vez, estão dispostas na sala conjunta à dos simuladores.

Os presentes ao evento de inauguração puderam acompanhar algumas situações de comunicação entre os controladores e o piloto durante a simulação de um voo na área de Salvador via radio, telefonia e radar.

Tais experimentos visam que novos equipamentos, tecnologias e sistemas de telecomunicações sejam testados e validados antes de serem inseridos no Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAVB).

Segundo o Presidente do CPqD, Hélio Graciosa, o LQCEA é uma iniciativa inédita no Brasil, sendo uma referência nacional e internacional para simulações na área de Telecomunicações. “A implantação dessa infraestrutura avançada é um passo importante dentro do projeto de evolução do Sistema de Comunicações do Controle do Espaço Aéreo do País”, comenta o Presidente.

Ao tomar a palavra, o Presidente da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA), Major-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino, a grande motivação é propiciar ao País o acesso ao conhecimento e ao domínio das tecnologias de telecomunicações. Segundo o Brigadeiro Aquino, “o benefício não será apenas do Projeto da Rede ATN, mas também de outros projetos de missão crítica de interesse do Ministério da Defesa”.

Segurança, fidelidade das informações e confiança na tecnologia de comunicação são de tal relevância que organizações de padronização internacional em consonância com a EUROCAE (European Organization for Civil Aviation Equipment – Organização Europeia para o Equipamento da Aviação Civil, em livre tradução) decidiram acompanhar a evolução das Redes IP (Internet Protocol) e estão migrando os serviços de telecomunicações de redes determinísticas (baseadas em circuitos dedicados) para o universo IP.

O LQCEA não somente acompanhará esta migração no que diz respeito à nossa realidade nacional, como validará cada etapa desta transição. Ressalta-se que além das Redes IP, o laboratório opera as telecomunicações em redes determinísticas e por satélite.

Estiveram presentes ao evento o Presidente do CPqD, Hélio Graciosa; o Diretor do CPqD, Paulo Cabestré; o Secretário de Desenvolvimento Econômico Social e Turismo, Samuel Rossilho – representando o Prefeito de Campinas, Jonas Donizette; o Presidente da CISCEA, Major-Brigadeiro do Ar Carlos Vuyk de Aquino; o General de Brigada Bráulio de Paula Machado, representando o Exército; e o Capitão de Mar e Guerra Ricardo Santana Soares, representando a Marinha do Brasil.

Em coletiva de imprensa realizada antes da visita ao LQCEA, os representantes da Marinha e do Exército ressaltaram que estes estudos e simulações em muito beneficiam as atividades desenvolvidas por estas instituições.

Assessoria de Comunicação Social /DECEA (FSDTP)
Texto e fotos: Telma Penteado – jornalista (Contato-Imprensa)