Notícias

Terceira parte de Auditoria para Certificação do SGQ Multisite é realizada na EPTA - Cabo Frio

publicado: 03/10/2019 11:30

 




Foi realizado, nos dias 24 e 25 de setembro, a 3ª parte da auditoria externa do IFI (Instituto de Fomento e Coordenação Industrial) na EPTA-CB (Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo de Cabo Frio) – Administrada pela Empresa Costa do Sol S.A. - com o objetivo de certificar do SGQ (Sistema de Gestão da Qualidade) Multisite do DECEA, cujo escopo é o serviço de informações meteorológicas METAR/SPECI, prestado pelos vinte nove aeroportos internacionais brasileiros.



A EPTA-CB foi a primeira Estação Prestadora, sem ser gerenciada pela INFRAERO, a passar pela primeira fase da auditoria externa para a certificação do SGQ Multisite. A auditoria foi conduzida pelos auditores Augusto César e Rubens Aparecido, do efetivo do IFI. No dia 24, na reunião de abertura, o auditor Augusto apresentou e explicou a missão do IFI, a dinâmica das auditorias de qualidade de 3ª parte e as peculiaridades e condições para a certificação de um SGQ no formato multisite. Ressaltou também que, neste momento, o IFI estará percorrendo alguns sites do escopo – método por amostragem - para conhecer o sistema e verificar o seu grau de implementação e funcionamento.

Durante a reunião de abertura, o Coronel Jorge Schettini, Administrador Aeroportuário da Empresa Costa do Sol, considerou a importância da realização de auditorias externas e suas contribuições para a melhoria dos processos de uma organização, demonstrando abertura e boa vontade para a melhoria do sistema como um todo.

Durante os dias 24 e 25 a auditoria se concentrou na Estação Meteorológica de Superfície (EMS) de Cabo Frio para verificar o processo de observação meteorológica e seus produtos: código METAR/SPECI e seus processos de apoio: manutenção e calibração dos instrumentos meteorológicos e de capacitação do efetivo. Foram verificados também o trato com a documentação e o cumprimento dos regulamentos do DECEA - no que tange ao serviço de meteorologia aeronáutica - relacionados às atribuições e funcionamento de uma EMS.

Na reunião de encerramento, dia 25, os auditores ressaltaram os pontos positivos verificados na auditoria: a colaboração e transparência do efetivo da EPTA-CB, durante as entrevistas e apresentação das evidências, além do apoio logístico oferecido para os auditores – indicação para hospedagem e transporte; e os “pontos de preocupação” verificados na auditoria que serão tratados pela Estação Permissionária em conjunto com o DECEA. Na avaliação final, a EPTA-CB está apta para a fase 2, do processo de auditorias de certificação, cuja previsão é para o primeiro semestre de 2020.

O êxito desta primeira fase, se deve aos esforços empreendedores do Coronel Jorge Schettini, auxiliado pelo Gerente da EPTA-CB, o Suboficial Cláudio Pinheiro junto com os operadores e técnicos - assessorados pelo Tenente Hércules do SRPV-SP - implementaram a gestão de qualidade naquela Estação, tornando-se um site de referência para o SGQ Multisite do DECEA.

Vale lembrar que esta certificação visa reconhecer que o serviço auditado está em conformidade com os requisitos da NBR ISO 9001:2015 e, assim, atender à recomendação do Anexo 3 da OACI, para que o serviço de meteorologia aeronáutica, dos países signatários, possuam um SGQ implementado e certificado, em conformidade com os requisitos da ISO 9001.
Alexandre de Souza Gouvêa
Tenente Meteorologista