Notícia Destaque

Representantes do DECEA na área de gestão da qualidade apresentam ações corretivas em reunião com auditores do IFI

publicado: 13/03/2020 10:58

 




O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) foi representado por dois militares do Subdepartamento de Administração (SDAD) em reunião com auditores do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), no dia 5 de março.

O Tenente-Coronel R1 Artur Gonçalves Ferreira e o 1º Tenente Alexandre de Souza Gouvêa, respectivamente, adjunto da Divisão de Assistência Integrada (DAIN) e chefe da Seção de Qualidade Integrada (AIN4) apresentaram, nesse evento, as ações corretivas das preocupações elencadas pelos auditores na fase 1 das auditorias externas do Sistema de Gestão da Qualidade Multisite (SGQM) do DECEA.

O IFI, que funciona junto ao Comando-Geral de Tecnologia Aeroespacial, em São José dos Campos, SP, tem a missão de colaborar na garantia do desempenho, da segurança e da disponibilidade de produtos e sistemas aeroespaciais de interesse do Comando da Aeronáutica. O instituto também presta serviços nas áreas de certificação, propriedade intelectual, transferência de tecnologia e coordenação industrial. É reconhecido como organismo de certificação de sistemas de gestão da qualidade e de gestão da qualidade aeroespacial pelo International Accreditation Forum (IAF).

Na reunião, os integrantes da DAIN mostraram o trabalho que foi realizado na atualização da documentação do SGQM, o mapeamento dos novos processos de capacitação, a manutenção e a calibração. Foram apresentadas, ainda, as respectivas metas e indicadores.

"Caso as preocupações não sejam sanadas na fase 1, elas poderão se transformar em Não Conformidades na próxima etapa das auditorias externas (fase 2)", alertou o Tenente-Coronel Artur.

Segundo informou o Tenente Gouvêa, a fase 2 da auditoria externa do IFI se iniciará pela Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e Tráfego Aéreo de Curitiba (EPTA-CB), no período de 13 a 17 de abril de 2020 e terminará com a entrevista do chefe do Subdepartamento de Administração do DECEA, agendada para o período de 5 a 9 de outubro de 2020.

Durante o desenvolvimento dessas auditorias, o IFI passará por 29 aeroportos internacionais, pelos Regionais do DECEA (os quatros Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo - CINDACTAs I, II, III e IV e o Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo - SRPV-SP) e por três operadoras aeroportuárias privadas (a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária - Infraero; o Consórcio Inframérica Aeroportos; a Costa do Sol Operadora Aeroportuária S.A.), o que culminará no processo de certificação do SGQM, com base na NBR ISO 9001:2015.

Clique aqui para mais informações sobre o histórico da certificação, bem como acesso aos documentos, processos, metas e indicadores.

 

Fonte e fotos: AIN4

Editado por Daisy Meireles – Jornalista (RJ 21523 JP)