Notícia Destaque

Nova edição da Aeroespaço está disponível no ISSUU

publicado: 20/12/2018 16:26

 




A revista Aeroespaço, informativo do DECEA, produzido pela Assessoria de Comunicação Social, traz em sua 70ª edição, na matéria de capa,um procedimento inédito no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, que entrou em vigor, no dia 6 de dezembro: a operação segregada sob condições meteorológicas visuais.

A edição digital está disponível no ISSUU.

Esta é mais uma alteração que promove o melhor fluxo de aeronaves, trazendo benefícios tanto para a comunidade aeroportuária quanto para os usuários do transporte aéreo. O conceito Agile GRU traz resultados de um trabalho em conjunto, envolvendo profissionais altamente capacitados e que contribui com a segurança operacional do tráfego aéreo.

Outra reportagem informa o início da operação ADS-B, quando somente helicópteros apropriadamente equipados com a tecnologia estão autorizados a ingressar no espaço aéreo sobre a Bacia de Campos. A iniciativa viabiliza uma série de benefícios operacionais, incluindo a visualização de todos os voos de helicópteros da região na tela dos controladores, o que antes era inviável com os radares, dada a baixa altitude desse tipo de operação. Esse recurso propicia melhorias determinantes para a vigilância aérea e tem menor custo de aquisição e manutenção.

A divulgação do projeto de comunicação que vem reproduzir a Missão, a Visão e os Valores do DECEA – pontos de partida de todos os empreendimentos que desejamos realizar - é outra reportagem, que informa o que devemos, constantemente, validar essas premissas, tanto na esfera estratégica, quanto na tática e na operacional.

Na seção Conhecendo o DTCEA, demos foco ao Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Três Marias, em Minas Gerais. Um pôr do sol lindo e banhada pelo Rio São Francisco, a cidade mineira é retratada na revista, mostrando ao leitor como é o ambiente operacional do DTCEA-TRM, ativado em 1975, as peculiaridades, os benefícios sociais, as condições médico-odontológicas, a vila habitacional e as opções de educação e lazer do município.

Destacamos, ainda, a Missão de Assistência Integrada Itinerante, um trabalho que atende às demandas sociais, psicológicas e de saúde do efetivo, bem como as dos seus respectivos dependentes. A missão mostra o impacto no rendimento dos profissionais e a relevância com que o DECEA presta para a questão vai além do caráter organizacional.

Em busca de eficiência, o DECEA investiu também na padronização dos equipamentos de vigilância eletrônica das organizações do SISCEAB. Foram assinadas duas portarias, que atribuem ao CINDACTA II a competência de projetar, implantar e modernizar os sistemas de proteção e monitoramento das instalações das unidades. Esse monitoramento tem como meta a padronização dos equipamentos em um processo de melhoria contínua, permitindo maior produtividade, redução de custos e otimização dos recursos.

Próximo ao Natal e na expectativa de um ano promissor, damos ênfase à família aeronáutica, focalizando nesta edição uma linhagem de militares apaixonados pela FAB e totalmente envolvidos com a missão. Baseados na formatura de uma graduada, contamos a história da família Codinhoto. Pai, filhos e neta militares mostram como a paixão e o compromisso com a FAB fazem a diferença, mantendo as bases sólidas, com gerações que engrandecem a Força Aérea Brasileira.