Notícia Destaque

Jornalistas conhecem as atividades de controle de tráfego aéreo das Unidades do DECEA

publicado: 04/10/2019 18:18

 




O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) recebeu, no dia 2 de outubro, jornalistas de veículos de comunicação do Rio de Janeiro para conhecerem as atividades de controle de tráfego aéreo das organizações da Força Aérea Brasileira (FAB).

O projeto, em parceria com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), teve o objetivo de contribuir para que os profissionais de imprensa aprofundem os conhecimentos sobre as atividades e a importância do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), além de estreitar os relacionamentos com os profissionais de imprensa.

Seguindo o cronograma, os jornalistas foram ao Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), unidade subordinada ao DECEA, responsável pelo gerenciamento do fluxo dos movimentos aéreos do Brasil.

Em visita ao Salão Operacional, o chefe da Divisão de Operações (DO) do CGNA, Tenente-Coronel Aviador Maurício Maia Ramos Neto, apresentou as principais atividades do Centro, as demandas operacionais que envolvem o processo de decisão colaborativa, ressaltando a harmonização do fluxo de tráfego aéreo com os demais serviços relacionados com a navegação aérea.

Em seguida, o Tenente-Coronel Maurício destacou o trabalho de coordenação de voos e facilitação de todas as etapas envolvidas no processo de transporte aéreo de órgãos a serem transplantados. "Cabe ao CGNA, a coordenação da distribuição, por meio de transporte aéreo, de órgãos para transplante no Brasil. Para isso, a unidade conta com duas posições da Central Nacional de Transplantes (CNT) em seu Salão Operacional, 24 horas por dia, para gerir a logística de distribuição", revelou.

Outro assunto em destaque foi a atuação do CGNA durante os grandes eventos realizados no Brasil de 2012 a 2019: Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20); Jornada Mundial da Juventude (JMJ), Copa das Confederações 2013, Copa do Mundo da FIFA 2014, Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e Copa América, neste ano. “O trabalho de integração realizado na Sala Master, envolveu órgãos governamentais e entidades do setor aéreo com grande êxito em todos os grandes eventos”, pontuou o Tenente-Coronel Maurício.

Após a visita ao CGNA, os jornalistas conheceram a Torre de Controle do Galeão (TWR-GL) e o Controle de Aproximação do Rio de Janeiro (APP-RJ), localizados no Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Galeão (DTCEA-GL). “É importante este contato com os profissionais de imprensa, pois temos a oportunidade de melhor explicar o funcionamento do SISCEAB e o trabalho realizado por diversos profissionais deste sistema para que os voos possam ser realizados com segurança”, ressaltou o Adjunto da Seção de Operações do DTCEA-GL, Capitão R1 Especialista em Controle de Tráfego Aéreo Marcelo Bimbato Freire.

Na oportunidade, o oficial apresentou a rotina de trabalho da organização e os projetos em andamento da Unidade, entre eles, o Projeto Agile Rio, que tem o objetivo de aumentar a eficiência e a fluidez das operações aéreas na Área de Controle Terminal do Rio de Janeiro (TMA-RJ). “O objetivo é melhorar o fluxo aéreo, reduzindo tempo de espera das aeronaves em voo e no solo, trazendo benefícios tanto para o usuário do transporte aéreo quanto para a comunidade aeroportuária”, avaliou o Capitão Freire.

Para o jornalista Lucas Evangelista da Silva, da Rádio CBN, a experiência de conhecer o trabalho das unidades do DECEA é de grande importância para a imprensa: “Conhecer a estrutura necessária para organizar o tráfego aéreo oferece possibilidades de pautas sobre os assuntos e setores distantes da população em geral”, elogiou.

Na avaliação do consultor em comunicação da ABEAR, Adrian Alexandri, esta parceria com o DECEA é muito importante para os jornalistas entenderem a atuação do órgão, além das especificidades e desafios do tráfego aéreo brasileiro. “A visita ao CGNA, por exemplo, possibilita entender como funciona a logística do transporte de órgãos para transplantes, que é um serviço importante realizado pelos profissionais do sistema aéreo”, afirmou.

Assessoria de Comunicação Social do DECEA
Reportagem: Denise Fontes
Fotos: Luiz Eduardo Perez


Assunto(s): CGNA DTCEA-GL