Notícia Destaque

Grupo Especial de Inspeção em Voo recebe quarta aeronave da família Legacy

publicado: 09/10/2019 15:19

 




São os auxílios à navegação aérea – aproximadamente 900 equipamentos instalados em todas as regiões brasileiras – com disponibilidade operacional de 100% durante 365 dias do ano, que contribuem, de forma essencial, para a navegação aérea segura no Brasil.

A missão fim do Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), organização subordinada ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), é a aferição, medição e análise da qualidade dos sinais destes equipamentos, bem como a homologação de procedimentos de tráfego aéreo. Responsabilidade que está totalmente alinhada com o compromisso da Força Aérea Brasileira (FAB) de controlar, defender e integrar uma área de 22 milhões de km².

Na última semana, dia 3 de outubro, o Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV) recebeu a quarta aeronave da família Legacy (FAB 3604 ou GEIV 04), desenvolvida pela terceira maior fabricante de jatos comerciais do mundo, a Embraer.

A nova aeronave tem capacidade para fazer procedimentos PBN (do inglês Performance-Based Navigation): RNAV (Area Navigation) e RNP (Required Navigation), que permitem a operação da aeronave em uma trajetória específica baseada em auxílios de terra, satélites ou equipamentos embarcados.

Segundo o comandante do GEIV, Tenente-Coronel Aviador José Evânio Guedes Júnior, esta possibilidade trouxe ganho operacional ao GEIV.

“O auxílio a ser inspecionado em um procedimento RNAV é sua codificação. Quero destacar a capacidade de inspeção de procedimentos com a precisão RNP.01 milha náutica, especialmente os que são utilizados nas chegadas para o aeroporto Santos Dumont. O Brasil é uma das primeiras nações a ter esta precisão em saídas por instrumentos e elas serão inspecionadas pelo GEIV 04, que já possui esta capacidade”, explicou.

Para o recebimento da aeronave em Gavião Peixoto (SP), foi montada uma comissão presidida por um grupo designado pela Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC), organização responsável pelo gerenciamento de projetos de desenvolvimento, aquisição e modernização de materiais e sistemas aeronáuticos para o Comando da Aeronáutica.

O Grupo de Acompanhamento e Controle (GAC), nomeado pela COPAC, teve como finalidade o assessoramento, acompanhamento e fiscalização dos contratos celebrados com a indústria, função exercida pelo gerente do projeto, Coronel Luis Fernando Ferro.

Também estiveram presentes o gerente operacional do projeto, Major Aviador Antonio Carlos Marins Pedroso Filho, Chefe da Seção de Operações do GEIV, e o gerente técnico, o Coronel Aviador Manuel Antonio de La Sagra Fagundes Pérez, do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).

“A chegada do GEIV 04 representa a conclusão de um ciclo iniciado em 2012, com a compra de quatro aeronaves de inspeção em voo. A nova aeronave veio com todas as funcionalidades previstas em contrato, que serão incluídas nas aeronaves entregues em datas anteriores, mas que fazem parte do desenvolvimento do projeto”, complementou o Tenente Coronel Evânio.

As duas primeiras aeronaves laboratório chegaram ao Grupo em 2016, e a terceira dois anos depois. O término do contrato acontecerá em novembro de 2021, já que ainda estão previstas as etapas de catalogação, treinamento e atualização do Computer Based Training (CBT), sistema que auxilia na formação dos tripulantes.

Assessoria de Comunicação Social do DECEA
Texto: Gisele Bastos
Fotos: Luiz Eduardo Perez