Notícia Destaque

FAB participa do Desfile da Independência no Rio de Janeiro

publicado: 10/09/2019 11:02

 




O tradicional desfile Cívico de 7 setembro, comemorou, em 2019, 197 anos da Independência do Brasil. No Rio de Janeiro, a cerimônia aconteceu na Avenida Presidente Vargas e teve inicio às 9h, com a entrada do Fogo Simbólico da Pátria, carregada pelo  medalhista olímpico, Sargento Felipe Wu, que estava acompanhado de atletas do programa de alto rendimento do Ministério da Defesa, e do acendimento da Pira.

A cerimônia foi presidida pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel e contou com a participação de autoridades militares e civis como o Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante de Esquadra Luiz Henrique Caroli; Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel; Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas; Comandante da Escola Superior de Guerra, Almirante de Esquadra Alipio Jorge da Silva; Comandante Militar do Leste, General de Exército Júlio César de Arruda; Diretor Geral do Pessoal Militar da Marinha, Almirante de Esquadra, Renato Rodrigues de Aguiar Freire; Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva; Diretor Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Marcelo Francisco Campos; e demais autoridades.

A Força Aérea Brasileira (FAB) foi representada por cerca de 900 militares e teve como Comandante do Grupamento o Brigadeiro Médico Ricardo Gakiya Kanashiro.

Integraram o Grupamento da Força Aérea Brasileira (FAB) os grupamentos de Motocicleta, Guarda Bandeira, Estandartes, Companhia de Guarda e Cerimonial do Rio de Janeiro, Grupamento Feminino, Aeronavegantes, Especialistas da Aeronáutica, Primeiro e Segundo Grupamento de Guarda e Segurança, Viaturas e, encerrando o desfile, a Banda de Música, composta por militares das guarnições do Galeão, Afonsos e Santa Cruz..

Um diferencial do desfile da FAB se deu com o sobrevoo de duas aeronaves A-29 Super Tucano, aeronaves de caça, desenvolvidas e construídas no Brasil. E duas aeronaves C-95 Bandeirante, aeronaves de transporte, que realizam missões de evacuação aeromédica, transporte aerologístico, missões de transporte de órgãos, dentre outras.

O desfile reuniu além de topas da FAB, tropas da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro, da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar do Rio de Janeiro, da Polícia Civil do Rio de Janeiro, da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária, do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, da Guarda Municipal, Ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), escolas militares, escolas municipais, grupamentos de associações e entidades civis.

 

Reportagem: 1T Jor Myrian Bucharles
Fotos de Luiz Eduardo Perez Batista