Notícia Destaque

DECEA pesquisa e aplica uso de RPAs na atividade de inspeção em voo

A inspeção em voo de equipamentos e procedimentos operacionais é uma dentre diversas atividades realizadas pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) para garantir qualidade e segurança dos serviços de navegação aérea oferecidos aos usuários brasileiros.


publicado: 30/04/2019 15:16

 




Por meio de inspeções realizadas regularmente é possível aferir todos os equipamentos de auxílio à navegação aérea, aproximação e pouso espalhados ao longo de todo território nacional.

Com o objetivo de aumentar a eficiência e reduzir os custos das atividades de inspeção, sem diminuir os elevados índices de segurança operacional, o Instituto de Controle do  Espaço Aéreo (ICEA) - em parceria com o Instituto de Estudos Avançados (IEAv) e com o Grupamento Especial de Inspeção em Voo (GEIV) - tem pesquisado a viabilidade de utilização de aeronaves remotamente pilotadas (RPAs/drones) como nova ferramenta para inspeção de auxílios à navegação aérea.

Como parte das atividades de pesquisa, no período de 22 a 26 de abril de 2019, equipes das três organizações militares reuniram esforços para a realização de diversos ensaios no Aeroporto Internacional de São José dos Campos Professor Urbano Ernesto Stumpf.

Os trabalhos realizados durante a semana permitiram aos pesquisadores avaliar hipóteses de emprego dos equipamentos, elaborar metodologias de uso, bem como identificar eventuais limitações técnicas ou operacionais no uso dos aparelhos.

“A dedicação incansável às atividades de pesquisa é o que permite o emprego de novas tecnologias ao longo do processo de gerenciamento da navegação aérea. Dessa forma, o DECEA garante que os recursos empregados no Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileira (SISCEAB) estejam sempre entre os mais atuais e modernos disponíveis”, afirmou o diretor do ICEA, Coronel Aviador Robson Louzada de Lima Ferreira.

 

Fonte e fotos: ICEA Editado por Daisy Meireles