Notícias

DECEA comemora 18 anos de intenso progresso profissional

Patriotismo, integridade, comprometimento, profissionalismo e segurança são valores de cerca de 12 mil profissionais, de todo SISCEAB que atuam, 24 horas por dia, 365 dias por ano, possibilitando que a missão constitucional do Comando da Aeronáutica, a soberania do espaço aéreo, seja cumprida


publicado: 08/10/2019 10:28

 




 

Aconteceu nesta segunda-feira, dia 07 de outubro, uma cerimônia militar em comemoração ao 18º aniversário de criação do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez presidiu a solenidade.

Presentes à formatura, o Diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo, Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, o Comandante da Aeronáutica no período de 17 de dezembro de 1999 a 2 de janeiro de 2003, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista, os Oficiais-Generais membros do Alto-Comando da Aeronáutica, de ontem: Tenente-Brigadeiro do Ar Paulo Roberto Röhrig de Britto, Tenente-Brigadeiro do Ar Marco Aurélio Gonçalves Mendes e Tenente-Brigadeiro do Ar Rafael Rodrigues Filho, entre outras autoridades.

Durante a solenidade foi realizada a entrega do Distintivo de Membro Honorário ao Senhor Flávio José de Vasconcelos Pires, Diretor-Geral da Associação Brasileira de Aviação Geral. Essa honraria é uma concessão dada à civis que prestaram relevantes serviços à Aeronáutica Brasileira,

O Suboficial BCO Marcelo Hilário Costa Ribeiro, o Cabo SAD Henrique Freire da Silva e a senhora Elizabeth Faria de Araújo Vidal foram agraciados, respectivamente, com o prêmio graduado, praça e servidor civil padrão. Os três foram reconhecidos pelo alto escalão do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB) e demonstram o verdadeiro exemplo de competência e dedicação, contribuindo para o crescente sucesso da missão: o Controle do Espaço Aéreo Brasileiro.

Foi realizada, também, a entrega de medalha militar destinada a recompensar os militares pelos bons serviços prestados a Força Aérea Brasileira (FAB). Foram agraciados com a Medalha de ouro, com passador de ouro, alusiva aos 30 anos de serviço, os militares: Coronel Aviador Sérgio Roberto Rodrigues Silva e Coronel Aviador James Souza Short. De prata com passador de prata, alusiva aos 20 anos de serviço, os militares: Tenente-Coronel Engenheiro Antonio Sandro Paz e Suboficial BCO Silvio José de Oliveira. E de bronze com passador de bronze, alusiva aos 10 anos de serviço, os seguintes militares: 1º tenente engenheiro Bruno Pacheco Santos Azevedo Costa, 2º tenente MET Carlos Magno Souza Pessoa, 1º Sargento BET Graysse Alves da Silva, 2º Sargento BMT Fernanda Vauna dos Santos, 2º Sargento SAI Erick Ferraz Ueoka, 2º Sargento BET Cleber de Oliveira Silva, 3º Sargento SAD Jhonatas Santos de Carvalho e 3º Sargento SDE Paschoal de Almeida Ribeiro.

Em suas palavras, o Diretor do DECEA falou sobre a sólida estrutura da Unidade que vem se consolidando desde os primórdios, em 1942, com a Diretoria de Rotas, que posteriormente, em 1972, deu lugar à Diretoria de Eletrônica e Proteção ao Voo e por fim, em 2001, ao DECEA.

Também destacou o progresso profissional de todo o SISCEAB por meio dos diversos projetos como: a modernização e substituição das Estações Remotas de Data Link e dos radares primários e secundários das fronteiras; a implementação de procedimentos de navegação aérea de alta precisão; a reformulação da Terminal São Paulo, reduzindo esperas, atrasos, carga de trabalho de pilotos e controladores, e principalmente, aumentando a segurança operacional; o projeto CPDLC, que consiste na comunicação entre controladores e pilotos por intermédio de enlace de dados, sendo um meio adicional para comunicações aeronáuticas; o projeto ADS-B na Bacia de Campos, e, no próximo ano, nas bacias de Santos e Espírito Santo; a regulamentação e autorização para acesso ao espaço aéreo das aeronaves remotamente tripuladas (RPAS), os drones; a operação remota de rádios e torres de controle, que incrementa o nível de segurança operacional.

“Ainda nesse contexto, no dia 18 deste mês, na Ala 12, iremos inaugurar a primeira torre remota do hemisfério sul. A Torre Remota da Base Aérea de Santa Cruz.” – enfatizou o Tenente-Brigadeiro Domingues.

Relatou a importância do envolvimento dos segmentos da aviação em todos os projetos desenvolvidos pelo DECEA. “não é à toa que o Brasil, ainda na semana passada, foi eleito na assembleia da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), órgão da ONU regulador da atividade, para permanecer por mais três anos no principal grupo de decisão da Organização, composto por apenas 11 países dos 193 que a compõem e, novamente, classificado, no ano de 2019, após auditoria da OACI, como top 5 do mundo, com 95% de confiabilidade.” – afirmou o Diretor.

Finalizou seu discurso ressaltando o elevado respeito e orgulho pelos integrantes do SISCEAB. “Os senhores e senhoras são o componente mais importante do SISCEAB e devem, acima de tudo, manter intactos os pilares da hierarquia e da disciplina, presentes desde sempre na nossa profissão, legado maior dos nossos antecessores, fundamentado em legítimas tradições e inabaláveis princípios.”

Encerrando a cerimônia militar, o efetivo do DECEA desfilou em continência ao Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

 

Assessoria de Comunicação Social do DECEA
Texto: 1º Tem Jor Myrian Bucharles Aguiar
Fotos: Fábio Maciel e Luiz Eduardo Perez