Notícia Destaque

DECEA atualiza dados do Brasil no Centro de Mensagens ATS do EUROCONTROL

publicado: 18/09/2017 08:50

 




O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) concluiu no dia 24 de agosto, no Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), a atualização do banco de dados do Sistema de Tratamento de Mensagens ATS (AMHS) e da Rede de Telecomunicações Fixas Aeronáuticas (AFTN) em conjunto com o Centro de mensagens ATS da Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (EUROCONTROL).

O trabalho atendeu a um compromisso assumido pelo Brasil junto à Organização da Aviação Civil Internacional (OACI). Ele contemplou a análise e inclusão de informações de inventário da rede,  pontos focais,  tabelas de endereços e  roteamento,  plano de implementação de conexões AMHS na Região SAM, capacidades das redes AMHS e AFTN, dentre outros.

As informações entraram em vigor no dia 14 de setembro. "Com isso, o Brasil torna-se o primeiro Estado a cumprir com essa exigência na região SAM e um dos primeiros do mundo”, ressaltou um dos representantes do Brasil junto à EUROCONTROL, o Tenente Marcelo Mello Fagundes.

O AMHS é um moderno sistema de mensagens eletrônicas que servirá como plataforma para veiculação de informações de emergência, de segurança e de regularidade de voos entre os usuários da comunidade aeronáutica internacional.

No âmbito do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), o AMHS será a base para o provimento do Serviço de Tratamento de Mensagens Aeronáuticas (STMA), que dará suporte ao tráfego de mensagens ATS, informações aeronáuticas (AIS), meteorologia (MET), busca e salvamento (SAR) e administração aeronáutica.

O DECEA, após ter realizado a implantação do AMHS no Brasil, visando atender às recomendações da OACI, trabalha atualmente de forma coordenada com os demais Estados para concluir as interconexões internacionais.

Segundo o Capitão da Reserva Lúcio Cavalcante, chefe do Centro de Tratamento de Mensagens Aeronáuticas de Brasília (CTMA-BR) e  representante do Brasil junto à EUROCONTROL,  para que o sistema AMHS possa, mundialmente, funcionar perfeitamente, o esquema de endereçamento de cada Estado deve ser compartilhado com os demais. "Esse trabalho é muito importante, já que o AMC foi a Organização criada para gerenciar os endereços e as tabelas de roteamento dos sistemas de tráfego de mensagens ATS implantados, realizando a consolidação e a distribuição dessas informações  para uma eficiente e segura operação do sistema", afirmou o oficial.

 

Assessoria de Comunicação Social do DECEA
Texto: Denise Fontes – Jornalista
Fonte e Foto: Tenente Fagundes (SDOP DECEA)