Notícia Destaque

CINDACTA IV recebe visita de ministros da Defesa do Brasil e da Bolívia e inaugura Centro Regional de Monitoração

Ministros da Defesa do Brasil e da Bolívia assinaram um acordo de cooperação que resultará no aprimoramento do Sistema de Controle e Defesa do Espaço Aéreo Boliviano à luz do que é desenvolvido no Brasil


publicado: 04/02/2020 13:24

 




Em Manaus, o comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e o diretor-geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Jeferson Domingues de Freitas, receberam, no dia 31 de janeiro, os ministros da Defesa do Brasil e da Bolívia, respectivamente, Fernando Azevedo e Silva e Luis Fernando López Julio. A visita institucional ocorreu no Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV), organização militar subordinada ao DECEA e comandada pelo Coronel Aviador Alexander Santopietro de Sousa.

A comitiva boliviana conheceu a infraestrutura e as ferramentas desenvolvidas para o controle e a defesa do espaço aéreo brasileiro e teve a oportunidade de acompanhar a inauguração do Centro Regional de Monitoração (CRM), baseado no Projeto de Telemetria e Gerenciamento Remoto dos Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo (DTCEAs) e das Estações de Apoio ao Controle do Espaço Aéreo (EACEAs).

A implantação do CRM proporcionará benefícios diretos à confiabilidade do Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), pois além de contribuir com a redução de custos de manutenção, fornecerá mais segurança e subsídios à coleta de dados para projeções futuras.

Para o comandante da Aeronáutica, a criação do Centro Regional de Monitoração representa um marco na manutenção dos equipamentos, resultando em um aumento de qualidade tanto do serviço de controle de tráfego aéreo, quanto da defesa das fronteiras do País. “Esta implantação proporcionará benefícios diretos à confiabilidade do SISCEAB, com a redução, principalmente, de custos de manutenção, incremento na segurança e possibilidade de intervenções remotas nos equipamentos. É, portanto, um grande marco para o Comando da Aeronáutica” - declarou o Tenente-Brigadeiro Bermudez.

O diretor-geral do DECEA destacou a transição para uma modelo mais tecnológico, ratificando a visão de futuro da Força Aérea Brasileira (FAB): “O CRM irá proporcionar a transição de um modelo antigo e dispendioso para um sistema direto e objetivo para a FAB, reduzindo custos. Chegamos ao futuro por intermédio do Centro Regional de Monitoração” - afirmou o Tenente-Brigadeiro Domingues.

Após o intercâmbio de conhecimentos, os ministros da Defesa do Brasil e da Bolívia assinaram um acordo de cooperação que resultará no aprimoramento do Sistema de Controle e Defesa do Espaço Aéreo Boliviano à luz do que é desenvolvido no Brasil. Fernando Azevedo destacou a relação profícua entre as duas nações: “A Bolívia é um país irmão muito importante e que tem uma fronteira extensa com o Brasil. Nossas Forças Armadas sempre foram muito próximas e com diálogo muito bom” - afirmou o ministro da Defesa do Brasil.

 

 

Reportagem: Ten Dantoniely (Ala 8) / Ten Shirley Pojo (CINDACTA IV)

Fotos: 3S Derllan e Cb Caio (CINDACTA IV) / Cb Keven Cobalchini (ASCOM/MD)

Editado por Daisy Meireles – Jornalista (RJ 21523 JP)