Notícia Destaque

CGNA realiza reunião com SAC, Infraero e autoridades para debater transplante de órgãos

publicado: 13/06/2017 14:26

 




 

No último dia 06 de junho, o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) recebeu a visita de inspeção da Secretaria de Aviação Civil (SAC) que, juntamente com os outros signatários do Termo de Acordo de Cooperação Técnica nº 4/2015, veio tratar da manutenção de uma posição operacional voltada para o apoio aéreo no Transporte de Órgãos e Tecidos.

A comitiva, composta pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (INFRAERO), Associação Nacional das Empresas Administradoras de Aeroportos (ANEAA), Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) e por membros do Ministério da Saúde e da SAC, foi recepcionada pelo Chefe da Divisão de Operações do CGNA, Tenente-Coronel Aviador Sidnei Nascimento de Souza.

No que tange ao Termo de Acordo, o Comando da Aeronáutica (COMAER) atuará na coordenação logística do translado de órgãos e tecidos, durante 24 horas, alocando os materiais captados nos voos apropriados. Cabe ressaltar que as aeronaves, quando no transporte de órgãos e tecidos, têm prioridade para pousos e decolagens. O tempo de preservação dos materiais orgânicos é um fator contribuinte para o sucesso dos transplantes.

“Por um longo período, tivemos representantes do Sistema Nacional de Transplantes (SNT) no CGNA. Porém, por motivos outros, encerramos essas atividades. Diante do atual cenário, e das demandas emergentes, concluímos que a reativação do serviço é imprescindível. O Ministério da Saúde ratifica o acordo”, explanou a Coordenadora Geral do Sistema Nacional de Transplantes (SNT), Dra. Rosana Reis.

A visita de inspeção contou, primeiramente, com uma palestra na qual foram apresentadas a estrutura organizacional do Centro e suas seções de apoio à operação. Posteriormente, os membros da comitiva foram levados ao Salão Operacional, onde puderam visualizar os trabalhos de rotina e a posição prevista para os profissionais da Saúde. Por fim, reuniram-se com o Chefe da Divisão de Operações e com o Chefe da Unidade de Gerenciamento de Fluxo de Tráfego Aéreo, Major Aviador Fábio da Silva Santos.

“Nós, do CGNA, temos imensa satisfação em receber comitivas que, num contexto de colaboração, objetivam o fortalecimento dos sistemas. A presença do Ministério da Saúde no Salão Operacional servirá como um importante canal, para que possamos garantir a celeridade na busca dos voos”, afirmou o Tenente-Coronel Sidnei.

O embarque e desembarque nos aeroportos, a emissão de bilhetes de passagens para as equipes médicas e a seleção dos voos serão as principais ações realizadas pelo elo na referida posição. A proposta é que, até o início do segundo semestre, os membros do Ministério da Saúde já estejam operando no CGNA.

Fonte: CGNA
Revisão: Telma Penteado – jornalista