Portal do Governo Brasileiro

DECEA

Busca e Salvamento

O Sistema de Busca e Salvamento Aeronáutico (SISSAR) é organizado e estruturado para efetuar ações de Busca e Salvamento (SAR – Search and Rescue) em toda a área de responsabilidade brasileira, para cumprimento dos compromissos e normas nacionais e internacionais.

Suas principais atribuições são a localização e o socorro a ocupantes de aeronaves ou de embarcações em perigo, o resgate e o retorno à segurança de tripulantes de aeronaves abatidas ou sobreviventes de acidentes aeronáuticos e marítimos, e ainda o auxilio a ações complementares da Força Aérea no que for pertinente.

O SISSAR prevê a integração com as demais Forças e instituições públicas e privadas. Por sua estrutura e concepção sistêmica, atua conjugando esforços com essas instituições, empregando recursos materiais e pessoal especializado.

O DECEA, órgão central do SISSAR, é a organização responsável pela normatização, coordenação e controle operacional das ações de Busca e Salvamento. Por meio da Subdivisão de Operações (SDOP), o órgão gerencia toda a atividade SAR aeronáutico brasileira.

EM CASOS DE EMERGÊNCIAS AERONÁUTICAS OU MARÍTIMAS, ENTRE EM CONTATO COM O ARCC DA SUA REGIÃO.


Centros de Coordenação de Salvamento Aeronáutico (ARCC)

São os órgãos operacionais regionais responsáveis pelas ações de Busca e Salvamento em suas respectivas áreas de jurisdição, informalmente chamados de SALVAERO. Eles ficam sediados nos respectivos Centros Integrados de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA), e estão em permanente estado de alerta, 24 horas por dia, sete dias por semana. No Brasil, existem cinco ARCC: ATLÂNTICO, BRASÍLIA, CURITIBA, MANAUS e RECIFE.

  • ARCC-BS (BRASÍLIA)
    Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I)
    SHIS - QI-05 - Área Especial 12
    71615-600 - Brasília – DF
    e-mail: rccbs@cindacta1.aer.mil.br
    telefone: (61)3652-1212
  • ARCC-CW (CURITIBA)
    Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA II)
    Av. Ernesto Gaertner, 1000 - Bairro Bacacheri
    82510-901 - Curitiba - PR
    e-mail: arcc_cw@cindacta2.aer.mil.br
    telefone: (41)3256-8008
  • ARCC-RE (RECIFE) / ARCC-AO (ATLÂNTICO)
    Terceiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA III)
    Av. Maria Irene, s/n° - Jordão
    51250-020 - Recife - PE
    e-mail: arccre@cindacta3.aer.mil.br
    telefone: (81)2129-8102
  • ARCC-AZ (AMAZÔNICO)
  • Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA IV)
    Av. do Turismo, 1350 – Prédio do CVA – Tarumã
    Caixa Postal: 3512 - 69041-010 - Manaus - AM
    e-mail: osar@cindacta4.aer.mil.br
    telefone: (92)3652-5520

Centro Brasileiro de Controle de Missão COSPAS-SARSAT (BRMCC)

O BRMCC é parte do Sistema Internacional de Busca e Salvamento por Rastreamento de Satélites (COSPAS-SARSAT), Sistema mais avançado de Busca e Salvamento do mundo. Como Segmento Provedor Terrestre, possui antenas rastreadoras de satélites instaladas em diversas capitais. Por meio desse Sistema, detecta sinais de emergência emitidos por balizas transmissoras de localização instaladas em aeronaves (ELT), embarcações (EPIRB) ou utilizadas por pessoas (PLB) - desde que o equipamento seja corretamente utilizado e esteja registrado no banco de dados do BRMCC.
O BRMCC está sediado no CINDACTA I, no seguinte endereço:
Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I)
SHIS - QI-05 - Área Especial 12
71615-600 - Brasília – DF
e-mail: brmcc@cindacta1.aer.mil.br
telefone: (61)3364-8395

Unidades Aéreas especializadas da FAB

As Operações SAR realizadas pela Força Aérea Brasileira (FAB) são executadas por esquadrões com profissionais especializados e dispõem de aviões, helicópteros e paraquedistas, estrategicamente distribuídos em diferentes pontos do território nacional, prontos para atuar a qualquer hora e em qualquer lugar com o objetivo de salvar vidas.

Ações integradas de Busca e Salvamento

O SISSAR, por sua estrutura e concepção sistêmica, atua conjugando esforços com as demais Forças e instituições. O SISSAR utiliza, quando necessário, os recursos da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro, Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros e outras organizações públicas, privadas e não governamentais, empregando aeronaves, órgãos de coordenação e pessoal especializado para localizar e resgatar sobreviventes de acidentes aéreos ou marítimos.

Caráter Humanitário

O Serviço de Busca e Salvamento Aeronáutico, desde a sua origem, participa ativamente do salvamento de vidas humanas. A dedicação pessoal e irrestrita de seus membros é o maior alicerce para o sucesso da missão que lhe é atribuída.

Embora sejam empregados recursos materiais e humanos do Comando da Aeronáutica, por intermédio do SAR são executadas várias atividades de caráter humanitário, tais como: transporte de enfermos, medicamentos, órgãos vitais, apoio em caso de desastres e calamidade pública. Há de se registrar ainda o apoio aos países vizinhos em casos de terremotos, atividades vulcânicas e outros desastres, auxiliando no transporte de barracas, médicos, medicamentos, água, alimentos e outras necessidades.